Archive for junho, 2009

Aprendi

quarta-feira, junho 10th, 2009

 

Aprendi

 

Aprendi que eu não posso exigir o amor de ninguém.
Posso apenas dar boas razões
para que gostem de mim e ter paciência,
para que a vida faça o resto.

Aprendi que não importa
o quanto certas coisas sejam importantes para mim,
tem gente que não dá a mínima
e eu jamais conseguirei convencê-las….

Aprendi que posso passar anos construindo
uma verdade e destruí-la em apenas alguns segundos.
Que posso usar o meu charme por apenas 15 minutos,
depois disso, preciso saber do que estou falando.

Eu aprendi…
Que posso fazer algo em um minuto
e ter que responder por isso o resto da vida.
Que por mais que se corte uma pão em fatias,
esse pão continua tendo duas faces,
e o mesmo vale para tudo o que cortamos em nosso caminho.

Aprendi… Que vai demorar muito
para me transformar na pessoa que quero ser,
e devo ter paciência….

Mas, aprendi também que posso ir
além dos limites que eu próprio coloquei…

 

Economia de Energia

segunda-feira, junho 8th, 2009

 

Energia

 

Algumas dicas interessantes para economizar energia em tempos em que isto é extremamente necessário.
 
 
TAMPE SUAS PANELAS ENQUANTO COZINHA
Parece obvio, não é? E é mesmo! Ao tampar as panelas enquanto cozinha você aproveita o calor que simplesmente se perderia no ar.

USE UMA GARRAFA TÉRMICA COM ÁGUA GELADA
Compre daquelas garrafas térmicas de acampamento, de 2 ou 5 litros. Abasteça-a de água bem gelada com uma bandeja de cubos de gelo pela manhã. Você terá água gelada até a noite e evitará o abre-fecha da geladeira toda vez que alguém quiser beber um copo d’água.

APRENDA A COZINHAR EM PANELA DE PRESSÃO
Acredite… dá pra cozinhar tudo em panela de pressão: Feijão, arroz, macarrão, carne, peixe etc… Muito mais rápido e economizando 70% de gás.

COZINHE COM FOGO MÍNIMO
Se você não faltou às aulas de física no 2º grau você sabe: Não adianta, por mais que você aumente o fogo, sua comida não vai cozinhar mais depressa, pois a água não ultrapassa 100ºC em uma panela comum. Com o fogo alto, você vai é queimar sua comida.

ANTES DE COZINHAR, RETIRE DA GELADEIRA TODOS OS INGREDIENTES DE UMA SÓ VEZ
Evite o abre-fecha da geladeira toda vez que seu cozido precisar de uma cebola, uma cenoura, etc..

COMA MENOS CARNE VERMELHA
A criação de bovinos é um dos maiores responsáveis pelo efeito estufa. Não é piada. Você já sentiu aquele cheiro pavoroso quando você se aproximou de alguma fazenda/criação de gado? Pois é: é metano, um gás inflamável, poluente, e mega fedorento. Além disso, a produção de carne vermelha demanda uma quantidade enorme de água. Para você ter uma idéia: Para produzir 1 kg de carne vermelha são necessários 200 litros de água potável. O mesmo quilo de frango só consome 10 litros.

NÃO TROQUE O SEU CELULAR
Já foi tempo que celular era sinal de status. Hoje em dia qualquer Zé mane tem. Trocar por um mais moderno para tirar onda? Ninguém se importa. Fique com o antigo pelo menos enquanto estiver funcionando perfeitamente ou em bom estado. Se o problema é a bateria, considere o custo/benefício trocá-la e descartá-la adequadamente, encaminhando-a a postos de coleta. Celulares trouxeram muita comodidade à nossa vida, mas utilizam de derivados de petróleo em suas peças e metais pesados em suas baterias. Além disso, na maioria das vezes sua produção é feita utilizando mão de obra barata em países em desenvolvimento. Utilize seus gadgets até o final da vida útil deles, lembre-se de que eles certamente não foram nada baratos.

COMPRE UM VENTILADOR DE TETO
Nem sempre faz calor suficiente pra ser preciso ligar o ar condicionado. Na maioria das vezes um ventilador de teto é o ideal para refrescar o ambiente gastando 90% menos energia. Combinar o uso dos dois também é uma boa idéia. Regule seu ar condicionado para o mínimo e ligue o ventilador de teto.

USE SOMENTE PILHAS E BATERIAS RECARREGÁVEIS
É certo que são caras, mas ao uso em médio e longo prazo elas se pagam com muito lucro. Duram anos e podem ser recarregadas em média 1000 vezes.

LIMPE OU TROQUE OS FILTROS O SEU AR CONDICIONADO
Um ar condicionado sujo representa 158 quilos de gás carbônico a mais na atmosfera por ano.

TROQUE SUAS LÂMPADAS INCANDESCENTES POR FLUORESCENTES
Lâmpadas fluorescentes gastam 60% menos energia que uma incandescente. Assim, você economizará 136 quilos de gás carbônico anualmente.

ESCOLHA ELETRODOMÉSTICOS DE BAIXO CONSUMO ENERGÉTICO
Procure por aparelhos com o selo do Procel (no caso de nacionais) ou Energy Star (no caso de importados).

NÃO DEIXE SEUS APARELHOS EM STANDBY
Simplesmente desligue ou tire da tomada quando não estiver usando um eletrodoméstico. A função de standby de um aparelho usa cerca de 15% a 40% da energia consumida quando ele está em uso.

MUDE SUA GELADEIRA OU FREEZER DE LUGAR
Ao colocá-los próximos ao fogão, eles utilizam muito mais energia para compensar o ganho de temperatura. Mantenha-os afastados pelos menos 15 cm das paredes para evitar o superaquecimento. Colocar roupas e tênis para secar atrás deles então, nem pensar!

DESCONGELE GELADEIRAS E FREEZERS ANTIGOS A CADA 15 OU 20 DIAS
O excesso de gelo reduz a circulação de ar frio no aparelho, fazendo que gaste mais energia para compensar. Se for o caso, considere trocar de aparelho. Os novos modelos consomem até metade da energia dos modelos mais antigos, o que subsidia o valor do eletrodoméstico a médio/longo prazo.

USE A MÁQUINA DE LAVAR ROUPAS/LOUÇA SÓ QUANDO ESTIVEREM CHEIAS
Caso você realmente precise usá-las com metade da capacidade, selecione os modos de menor consumo de água. Se você usa lava-louças, não é necessário usar água quente para pratos e talheres pouco sujos. Só o detergente já resolve.

RETIRE IMEDIATAMENTE AS ROUPAS DA MÁQUINA DE LAVAR QUANDO ESTIVEREM LIMPAS
As roupas esquecidas na máquina de lavar ficam muito amassadas, exigindo muito mais trabalho e tempo para passar e consumindo assim muito mais energia elétrica.

TOME BANHO DE CHUVEIRO
E de preferência, rápido. Um banho de banheira consome até quatro vezes mais energia e água que um chuveiro.

USE MENOS ÁGUA QUENTE
Aquecer água consome muita energia. Para lavar a louça ou as roupas, prefira usar água morna ou fria.

PENDURE AO INVÉS DE USAR A SECADORA
Você pode economizar mais de 317 quilos de gás carbônico se pendurar as roupas durante metade do ano ao invés de usar a secadora.

NUNCA É DEMAIS LEMBRAR: RECICLE NO TRABALHO E EM CASA
Se a sua cidade ou bairro não tem coleta seletiva, leve o lixo até um posto de coleta. Existem vários na rede Pão de Açúcar. Lembre-se de que o material reciclável deve ser lavado (no caso de plásticos, vidros e metais) e dobrado (papel).

FAÇA COMPOSTAGEM
Cerca de 3% do metano que ajuda a causar o efeito estufa é gerado pelo lixo orgânico doméstico. Aprenda a fazer compostagem: além de reduzir o problema, você terá um jardim saudável e bonito.

REDUZA O USO DE EMBALAGENS
Embalagem menor é sinônimo de desperdício de água, combustível e recursos naturais. Prefira embalagens maiores, de preferência com refil. Evite ao máximo comprar água em garrafinhas, leve sempre com você a sua própria.

COMPRE PAPEL RECICLADO
Produzir papel reciclado consome de 70 a 90% menos energia do que o papel comum, e poupa nossas florestas.

UTILIZE UMA SACOLA PARA AS COMPRAS
Sacolinhas plásticas descartáveis são um dos grandes inimigos do meio-ambiente. Elas não apenas liberam gás carbônico e metano na atmosfera, como também poluem o solo e o mar. Quando for ao supermercado, leve uma sacola de feira ou suas próprias sacolinhas plásticas.

PLANTE UMA ÁRVORE
Uma árvore absorve uma tonelada de gás carbônico durante sua vida. Plante árvores no seu jardim ou inscreva-se em programas como o SOS Mata Atlântica ou Iniciativa Verde.

COMPRE ALIMENTOS PRODUZIDOS NA SUA REGIÃO
Fazendo isso, além de economizar combustível, você incentiva o crescimento da sua comunidade, bairro ou cidade.

COMPRE ALIMENTOS FRESCOS AO INVÉS DE CONGELADOS
Comida congelada além de mais cara, consome até 10 vezes mais energia para ser produzida. É uma praticidade que nem sempre vale a pena.

COMPRE ORGÂNICOS
Por enquanto, alimentos orgânicos são um pouco mais caros pois a demanda ainda é pequena no Brasil. Mas você sabia que, além de não usar agrotóxicos, os orgânicos respeitam os ciclos de vida de animais, insetos e ainda por cima absorvem mais gás carbônico da atmosfera que a agricultura “tradicional”? Se toda a produção de soja e milho dos EUA fosse orgânica, cerca de 240 bilhões de quilos de gás carbônico seriam removidos da atmosfera. Portanto, incentive o comércio de orgânicos para que os preços possam cair com o tempo.

ANDE MENOS DE CARRO
Use menos o carro e mais o transporte coletivo (ônibus, metrô) ou o limpo (bicicleta ou a pé). Se você deixar o carro em casa 2 vezes por semana, deixará de emitir 700 quilos de poluentes por ano.

NÃO DEIXE O BAGAGEIRO VAZIO EM CIMA DO CARRO
Qualquer peso extra no carro causa aumento no consumo de combustível. Um bagageiro vazio gasta 10% a mais de combustível, devido ao seu peso e aumento da resistência do ar.

MANTENHA SEU CARRO REGULADO
Calibre os pneus a cada 15 dias e faça uma revisão completa a cada seis meses, ou de acordo com a recomendação do fabricante. Carros regulados poluem menos. A manutenção correta de apenas 1% da frota de veículos mundial representa meia tonelada de gás carbônico a menos na atmosfera.

LAVE O CARRO A SECO
Existem diversas opções de lavagem sem água, algumas até mais baratas do que a lavagem tradicional, que desperdiça centenas de litros a cada lavagem. Procure no seu posto de gasolina ou no estacionamento do shopping.

QUANDO FOR TROCAR DE CARRO, ESCOLHA UM MODELO MENOS POLUENTE
Apesar da dúvida sobre o álcool ser menos poluente que a gasolina ou não, existem indícios de que parte do gás carbônico emitido pela sua queima é reabsorvida pela própria cana de açúcar plantada. Carros menores e de motor 1.0 poluem menos. Em cidades como São Paulo, onde no horário de pico anda-se a 10 km/h, não faz muito sentido ter carros grandes e potentes para ficar parados nos congestionamentos.

USE O TELEFONE OU A INTERNET
A quantas reuniões de 15 minutos você já compareceu esse ano, para as quais teve que dirigir por quase uma hora para ir e outra para voltar? Usar o telefone ou Skype pode poupar você de stress, além de economizar um bom dinheiro e poupar a atmosfera.

VOE MENOS, REÚNA-SE POR VIDEOCONFERÊNCIA
Reuniões por videoconferência são tão efetivas quanto as presenciais. E deixar de pegar um avião faz uma diferença significativa para a atmosfera.

ECONOMIZE CDS E DVD’S
CDs e DVD’s sem dúvida são mídias eficientes e baratas, mas você sabia que um CD leva cerca de 450 anos para se decompor e que, ao ser incinerado, ele volta como chuva ácida (como a maioria dos plásticos)? Utilize mídias regraváveis, como CD-RW’s, drives USB ou mesmo e-mail ou FTP para carregar ou partilhar seus arquivos. Hoje em dia, são poucos arquivos que não podem ser disponibilizados virtualmente ao invés de em mídias físicas.

PROTEJA AS FLORESTAS
Por anos os ambientalistas foram vistos como “eco-chatos”. Mas em tempos de aquecimento global, as árvores precisam de mais defensores do que nunca. O papel delas no aquecimento global é crítico, pois mantém a quantidade de gás carbônico controlada na atmosfera.

CONSIDERE O IMPACTO DE SEUS INVESTIMENTOS
O dinheiro que você investe não rende juros sozinho. Isso só acontece quando ele é investido em empresas ou países que dão lucro. Na onda da sustentabilidade, vários bancos estão considerando o impacto ambiental das empresas em que investem o dinheiro dos seus clientes. Informe-se com o seu gerente antes de escolher o melhor investimento para você e o meio ambiente.

INFORME-SE SOBRE A POLÍTICA AMBIENTAL DAS EMPRESAS QUE VOCÊ CONTRATA
Seja o banco onde você investe ou o fabricante do shampoo que utiliza, todas as empresas deveriam ter políticas ambientais claras para seus consumidores. Ainda que a prática esteja se popularizando, muitas empresas ainda pensam mais nos lucros e na imagem institucional do que em ações concretas. Por isso, não olhe apenas para as ações que a empresa promove, mas também a sua margem de lucro alardeada todos os anos. Será mesmo que eles estão colaborando tanto assim?

DESLIGUE O COMPUTADOR
Muita gente tem o péssimo hábito de deixar o computador de casa ou da empresa ligado ininterruptamente, às vezes fazendo downloads, às vezes simplesmente por comodidade. Desligue o computador sempre que for ficar mais de 2 horas sem utilizá-lo e o monitor por até quinze minutos.

CONSIDERE TROCAR SEU MONITOR
O maior responsável pelo consumo de energia de um computador é o monitor. Monitores de LCD são mais econômicos, ocupam menos espaço na mesa e estão ficando cada vez mais baratos. O que fazer com o antigo? Doe a instituições como o Comitê para a Democratização da Informática.

O ESCRITÓRIO, DESLIGUE O AR CONDICIONADO UMA HORA ANTES DO FINAL DO EXPEDIENTE
Num período de 8 horas, isso equivale a 12,5% de economia diária, o que equivale a quase um mês de economia no final do ano. Além disso, no final do expediente a temperatura começa a ser mais amena.

NÃO PERMITA QUE AS CRIANÇAS BRINQUEM COM ÁGUA
Banho de mangueira, guerrinha de balões de água e toda sorte de brincadeiras com água são sem dúvida divertidas, mas passam a equivocada idéia de que a água é um recurso infinito, justamente para aqueles que mais precisam de orientação, as crianças. Não deixe que seus filhos brinquem com água, ensine a eles o valor desse bem tão precioso.

NO HOTEL, ECONOMIZE TOALHAS E LENÇÓIS
Use o bom senso… Você realmente precisa de uma toalha nova todo dia? Você é tão imundo assim? Em hotéis, o hóspede tem a opção de não ter as toalhas trocadas diariamente, para economizar água e energia. Trocar uma vez a cada 3 dias já está de bom tamanho. O mesmo vale para os lençóis, a não ser que você faça xixi na cama…

PARTICIPE DE AÇÕES VIRTUAIS
A Internet é uma arma poderosa na conscientização e mobilização das pessoas. Um exemplo é o site Click Arvore, que planta árvores com a ajuda dos internautas. Informe-se e aja!

INSTALE UMA VÁLVULA NA SUA DESCARGA
Instale uma válvula para regular a quantidade de água liberada no seu vaso sanitário: mais quantidade para o número 2, menos para o número 1!

NÃO PEÇA COMIDA PARA VIAGEM
Se você já foi até o restaurante ou à lanchonete, que tal sentar um pouco e curtir sua comida ao invés de pedir para viagem? Assim você economiza as embalagens de plástico e isopor utilizadas.

REGUE AS PLANTAS À NOITE
Ao regar as plantas à noite ou de manhãzinha, você impede que a água se perca na evaporação, e também evita choques térmicos que podem agredir suas plantas.

FREQUENTE RESTAURANTES NATURAIS/ORGÂNICOS
Com o aumento da consciência para a preservação ambiental, uma gama enorme de restaurantes naturais, orgânicos e vegetarianos está se espalhando pelas cidades. Ainda que você não seja vegetariano, experimente os novos sabores que essa onda verde está trazendo e assim estará incentivando o mercado de produtos orgânicos, livres de agrotóxicos e menos agressivos ao meio-ambiente.

VÁ DE ESCADA
Para subir até dois andares ou descer três, que tal ir de escada? Além de fazer exercício, você economiza energia elétrica dos elevadores.

EVITE IMPRIMIR DESNECESSARIAMENTE
Para cada 40 Kg de papel, uma árvore é cortada…

 

Qualidades e Defeitos

segunda-feira, junho 8th, 2009

 

Qualidades e Defeitos

 

Somos todos portadores de inúmeras qualidades.

Sim, de defeitos também. Mas as qualidades sempre superam. Por pior que nos pareça a pessoa. Aliás, se uma pessoa é ruim é sinal que suas qualidades não foram mostradas. Mas elas estão lá! Acredite!

É interessante como nós guardamos defeitos e qualidades dentro de nós. Arranjamos um enorme baú e lá guardamos as coisas boas e ruins a nosso respeito. Na hora que precisamos revirar o baú em busca de coisas boas, achamos também (e as vezes primeiro) as coisas ruins. E quando achamos as coisas ruins voltamos nossas atenções para elas e nos esquecemos de todo o resto.

Aí vem a auto-flagelação, a culpa, o remorso, o sentimento de inferioridade.

Qualquer um com um mínimo de senso de organização teria dois baús com dois letreiros: “COISAS BOAS” e “COISAS RUINS”. No baú com o letreiro “COISAS BOAS” colocaríamos apenas nossas qualidades e este baú ficaria em local de destaque em nossa mente. No baú com o letreiro “COISAS RUINS” colocaríamos apenas os nossos defeitos ou as más experiências que tivemos e deixaríamos este baú longe do baú de coisas boas (de preferência lá no dedão do pé).

Mas como não fizemos isto ainda (e bem sei o quanto é difícil fazer) temos de treinar a observar as coisas boas que temos na hora que precisamos. E ainda mais, na hora de revirar o baú, ignorar as coisas ruins e focalizar apenas as coisas boas.

Pela lei do uso e desuso fatalmente as coisas ruins irão (com o tempo) estragar e ficar fora de condições de serem novamente utilizadas. O ruim é se isto acontecer com as coisas boas, ou seja, de tanto só utilizarmos as coisas ruins as coisas boas irão (literalmente) deteriorar.

Modificar nossos hábitos é algo primordial para a nossa felicidade.

 

Desafios

quinta-feira, junho 4th, 2009

 

 

Alguém já se sentiu desafiado pela vida? Já passaram por algum problema em que se faz todos os procedimentos conhecidos para a sua solução e o mesmo não soluciona?

É de desanimar qualquer um.

Pois bem. Ontem eu estava às voltas com um problemas deste. Desde o mês de outubro de 2008 eu tentava instalar (e usar) um determinado programa mas o mesmo não funcionava. Apesar de já ter lido muita coisa sobre o mesmo havia algum detalhe que impedia o funcionamento do bendito programa.

Tentei e desisti diversas vezes. Mas desisti da batalha e não da guerra, pois volta e meia voltava para uma nova tentativa.

Peguei um novo texto (novo para mim, pois ele já é bem antigo) fui seguindo os passos para a instalação. No meio do texto eu vi um detalhe numa imagem que o autor colocou do programa em funcionamento e que me acendeu uma luz. Voila!!! Era o detalhe que faltava. Funcionou tudo como por encanto. Me deliciei com o sabor da vitória suada as duas horas da madrugada! Fui dormir um sono suave…

Agora vamos analisar a situação toda e trazer algum ensinamento para a vida, pois isto é o mais importante.

Problemas sempre vem e vão. Alguns demoram um pouco mais para ir, mas vão.

Dos problemas mais complicados onde está a solução? Nos detalhes. Nas coisas desprezíveis (que nós desprezamos por achar irrelevante).

No caso que eu relatei vi que a solução estava estampada na minha cara o tempo todo (na maioria dos textos que eu tinha coletado desde o início) só que não era mencionado por nenhum autor, mas era mostrado via imagens do programa em funcionamento.

De igual forma a solução de nossos problemas não virá através da boca de alguém nos indicando o caminho a seguir, mas de detalhes que deixamos passar despercebido. Por pura falta de atenção (e as vezes de malícia mesmo).

O que isto muda, a partir de então? Para mim aprendi que devo ser mais atento nas entrelinhas, nas informações que não estão explícitas. A vida é sempre assim, quando nos surpreendemos com a sutileza da informação que soluciona todo um problema exclamamos: – MAS ERA SÓ ISSO???

Desde muito tempo eu carrego uma frase para estas ocasiões e sempre tenho provas que a mesma é verdadeira: “A solução dos problemas mais complicados é sempre as atitudes (ou procedimentos) mais simples”. Prestem atenção nos grandes problemas que já tiveram e na solução empregada. Verão que aqueles problemas maiores tiveram uma solução bem simples (tão simples que nos faz rir quando nos lembramos dos apertos que passamos).

 

DVD Shrink

terça-feira, junho 2nd, 2009

 

 

Alguém que tenha o programa NERO que é utilizado para fazer gravações de CDs e DVDs já sentiu dificuldade em tentar gravar algum DVD que alugou de uma locadora?

Realmente existem DVDs que são protegidos de tal forma que raríssimos programas conseguem desbloquear. Mas quando o problema é espaço é possível burlar.

Só para efeito de informação: Os DVDs de locadora possuem do dobro do espaço do DVD virgem que compramos bem barato.

Então, como fazer para que um DVD de locadora possa caber num DVD comum?

Bem simples. Usando o programa chamado DVD-Shrink. Este programa exige que o NERO esteja instalado (e funcionando) pois vai utilizar de seu mecanismo para gravar. Mas ele tem um compactador interno que diminui o filme para caber num DVD comum sem perda de qualidade.

Realmente é um achado e tanto e pode ser encontrado na nossa seção de downloads ou clicando aqui.

Recomendo!

 

Relacionamentos

segunda-feira, junho 1st, 2009

 

Relacionamentos

 

 

Relacionamentos nunca são fáceis.

Se fosse fácil não teria este nome. Sei lá, teria outro nome. Mas relacionar sempre me dá a idéia de juntar água e óleo num mesmo recipiente e mexer com uma colher. Por mais que se consiga nunca será uma mistura homogênea.

O ruim é que se colocar este recipiente no fogo, vai espirrar pra tudo quanto é lado e no fim vai existir apenas o óleo. A água vai sumir (sinceramente nunca tentei coloca uma grande quantidade desta “mistura” no fogo pra ver o que vai dar, mas tudo bem, não vou entrar neste assunto).

Quando espirra quem está perto é atingido por gotas quente da mistura. Mesmo que não tenha nada a ver com tudo isto. O fogo eu encaro sempre como elemento renovador e (na maioria das vezes) necessário para grandes mudanças.

Não estou aqui fazendo apologia ao rompimento de relações e nem tão pouco a indissolubilidade das mesmas. Estou atuando como um ponto neutro e que vê tudo de fora.

Vendo tudo de fora fui capaz de perceber casais que tem brigas ferrenhas e assustadoras dentro de quatro paredes. Na frente dos outros tudo está às mil maravilhas. Vi também casais que além destas brigas, nutrem (apenas um deles ou ambos) o desejo de cada um viver sua própria vida porém não fazem simplesmente por convenções sociais. Já vi muitos casais que não se contentam em manter suas diferenças entre quatro paredes e levam para onde estiverem.

Para manter um bom relacionamento sempre é necessário uma boa dose de renúncia à qual muitas pessoas não estão dispostas. Não estão dispostas porque na maioria dos casos apenas um faz o esforço maior de manter o relacionamento, o outro apenas desfruta do esforço alheio e (quando muito) também faz um pequena parte. Então isto dura até que quem faz o trabalho árduo se cansa e passa a ver a vida com outros olhos.

Eu achei interessante uma frase de um padre numa entrevista ao programa do Jô Soares: “Se você quer ser feliz, não case! Se você quer fazer o outro feliz, aí sim, case!”

Isto deveria ser uma lei! Falando em lei, já vi uma pessoa falando que casamento deveria ser como um contrato entre duas empresas, com cláusulas bem claras sobre direitos e deveres de ambas as partes. Qualquer descumprimento caberia advertências e (caso fosse necessário) penalidades. Tá. É uma idéia que é facilmente derrubada por uma palavrinha pequena: AMOR! Tendo amor não precisa de lei nenhuma. Tendo amor não é necessário nenhum cuidado adicional.

Com isto eu venho sempre pensando no amor como base para todas as construções duradouras que existem. Tudo que é baseado em outra coisa está fadada ao fracasso. Alguns duram muitos outros duram poucos, mas não duram. Só o amor é eterno.

Há uma frase bíblica em que muitas pessoas se baseiam para condenar as separações: “O que Deus uniu o homem não separa”. Deus uniria dois seres visando lucro físico e temporário? Eu acredito que não! Então uniões que não são baseadas no amor não são obras Divinas. Com certeza são obras nossas, seres ainda imperfeitos.

Acredito que devamos pensar novamente sobre questões como esta e avaliar o nosso posicionamento. Fatalmente iremos mexer em vespeiro, pois junto com este assunto vem outro igualmente polêmicos como infidelidade conjugal, dificuldades financeiras, atrações sexuais, etc.

Reformular conceitos e idéias é algo que sempre é necessário para seres em evolução (como nós). Os conceitos que eu tinha a dez anos atrás não valem para hoje. A cada dia aprendemos uma coisa nova e com isto sempre nasce a necessidade de colocar esta “coisa nova” em prática.

Trabalhemos!