Archive for julho, 2012

Decepção

quarta-feira, julho 25th, 2012
 
 
 
 
Muitas vezes acusamos os outros de nos decepcionar. Falamos isto como se o outro houvesse cometido um erro ao nos causar a decepção. Mas será que a responsabilidade da decepção é realmente do outro?

Entrei nesta reflexão um bom tempo atrás quando me senti muito decepcionado com alguém. Óbvio que ia pensar sobre o assunto e chegar a alguma conclusão.

No fim das contas concluí que a pessoa não me fez nada, apenas agiu como sempre age. A decepção correu por minha conta, quando eu esperei que agisse de forma diferente e não agiu. Mas quem sou eu para exigir que os outros ajam de acordo com meus desejos ou minhas expectativas? Por mais certo que eu esteja ninguém tem obrigação de agir como eu quero.

A decepção ocorreu (e sempre ocorre) porque esperamos que alguém se comporte da maneira que consideramos ser a melhor (para nós), mas raramente pensamos na própria pessoa.

No meu caso específico (e sob a minha ótica) a pessoa errou, mas quem sou eu para exigir que os outros acertem? Não é muita incoerência de minha parte? O único acerto que eu tenho obrigação de exigir é o meu mesmo, o dos outros não!

Então a decepção é ônus do decepcionado e não de quem “causa” a decepção. Eu senti decepção, foi um sentimento criado dentro de mim e com a minha permissão. Logo, eu sou o responsável por ele.

O outro errou? Deixa a vida cobrar-lhe pelo erro cometido (se é que realmente houve erro) e não alimente a decepção porque isto nos afasta das pessoas (inclusive daquelas que podem realmente nos ajudar).