Amor

Amor

Aí vai mais uma pessoa tentando expressar em palavras alguma definição sobre o amor.
 
O fato é que não há como fazer isto de forma eficaz. Lembrando que a forma eficaz é aquela que convence e ensina aquele que nada sabe sobre o assunto. Então não tenho a pretensão de conseguir sequer chegar perto de fechar o assunto, mesmo porque eu não tenho domínio total sobre ele (quem tem?).
 
A música "Monte Castelo" da banda Legião Urbana traz um trecho que sempre me chama atenção:
É um estar-se preso por vontade;
É servir a quem vence, o vencedor;
É um ter com quem nos mata a lealdade.
Tão contrário a si é o mesmo amor.
 
Especialmente a primeira frase deste trecho: "É estar-se preso por vontade". Quanto mais se ama mais se quer estar "aprisionado" por este sentimento.
 
Só entendemos o amor quando o outro está à frente de nossas intenções. Neste ponto esquecemos de nós mesmos e colocamos o outro à frente e como prioridade.
 
É interessante observar como enxergamos a quem amamos. Vemos os defeitos e valorizamos as qualidades. Observamos cada atitude (por menor que seja) numa tentativa vã de conhecer todos os detalhes.
 
Quando estamos perto da pessoa que amamos sentimos o tempo parar. Não temos fome, sede, dores ou qualquer desconforto. O mundo ao nosso redor pára e nosso foco fica integralmente na pessoa amada.
 
Alguns especialistas dizem que o amor é capaz de fazer verdadeiros milagres:
– Rejuvenescimento. Desaparecem rugas, a pele fica mais limpa, o organismo responde positivamente a tudo. Tudo funciona com perfeição.
– Alegria. Ficamos como bobos rindo de tudo e para todos. É difícil encontrar alguém (ou alguma coisa) que nos abale.
– Tranquilidade. Nada nos tira a forma simples de ver a vida e ver a todos. Passamos a desconhecer o significado da palavra "estresse".
 
E isto são apenas alguns pontos dentre tantos outros.
 
Assisti a um filme onde um aluno de uma escola não tinha boas notas em redações. O conselho do seu professor foi interessante:
– Ame! Encontre alguém para amar e suas criações irão melhorar.
 
E foi exatamente isto que aconteceu.
 
Que sentimento é este que nos faz vasculhar e extrair sempre o melhor de nós?
 
Costumo dizer que a melhor forma de identificar o amor é sendo pai (ou mãe). Passamos a colocar 100% de nossas atenções nos filhos. A vida deles passa a ter muito mais importância do que a nossa. Se tivesse que dar a minha vida por um de meus filhos faria isto com extremo prazer. Não existe como explicar isto, só sentindo mesmo.
 
Fico pensando se tivéssemos condições de dedicar todo este sentimento para outra pessoa. Se as pessoas fizessem isto com certeza o mundo seria completamente diferente.
 
Não queremos sequer imaginar qualquer sofrimento (por mais ínfimo que seja) àquele a quem amamos. Imagine se tivéssemos isto por todos indistintamente…
 
Não consigo me imaginar sem este sentimento. Ele já faz parte de mim e me alimenta. É parte de meu sustento. Não consigo viver (ou viveria muito mal) sem amar e ser amado.
 
O amor não se resume (e nem pode ser assim) a feições humanas. Transcende a tudo o que pudermos imaginar como físico. Os corpos envelhecem mas o ser permanece. Amamos o ser. Se for diferente disto aquilo que é chamado de "amor" acaba. Se acabou é porque não é amor (chame do que quiser, mas não é amor).
 
Então não procure o amor nas aparências que as pessoas trazem. Saiba que este sentimento vem por motivos extrafísicos. Aliás, não procure pelo amor, ele te acha da forma mais inusitada possível e sempre vai te pegar desprevenido (como se tivéssemos de nos prevenir de alguma coisa).
 
Eu não posso dizer que amo a ponto de entender plenamente o que é este sentimento, pois o amor é imaterial, o amor não exige nada, o amor cria um filtro em nosso olhar para minimizarmos os defeitos e valorizarmos as qualidades (vejam, como exemplo disto, mães de criminosos).
 
Posso passar tempos e tempos escrevendo sobre o amor que nunca vou esgotar o assunto.
 
Mas AME! Nunca deixe de amar. Não se deixe levar por sentimentos diferentes do amor que algumas pessoas nutrem por você, sempre existe alguém que lhe ama. Não se imagine sem amor. Não se imagine não amando.
 
É claro que este texto não pára por aqui. Voltarei a falar sobre amor em outras nuances (mesmo porque este tema é inesgotável).
 

Uma Resposta to “Amor”

  1. Sâmia Says:

    “É só o Amor que conhece o que é Verdade”.