Seja bem vindo(a)

coracao_pedra.jpg 

Existem pessoas que sempre nos tocam o coração. Eu digo que cada uma das pessoas que eu digo que gosto tocou o meu de uma forma diferente.
 
Mas há uma enorme diferença entre tocar o coração e entrar nele. A entrada de um coração está restrita a pessoas especiais. Aquelas dotadas de qualidades especiais às quais sempre admiramos.
 
O interessante é que estas pessoas chegam até nós de uma forma totalmente inesperada e (as vezes) inusitada. Mas chegam nos pegando desprevenidos (porque sempre temos o hábito de não permitir que as pessoas entrem em nosso coração) e acabam atingindo o nosso ponto fraco.
 
É interessante permitir a estas pessoas especiais total liberdade dentro de nosso coração. Elas tem de ser livres para sair se quiserem e não serem importunadas por nós com pedidos para voltar. Pessoas livres são mais felizes e se estas pessoas se sentem livres para ir e vir de nosso coração sempre acabam ficando justamente pela liberdade que sabem possuir.
 
Acima de tudo devemos alimentar o interesse destas pessoas para permanecerem em nosso coração. Já que não a impediremos de sair, se quiserem, então é importante que elas se sintam interessadas em permanecer.
 
É bom lembrar que são pessoas especiais que estão em nosso coração, então como tal devem ser tratadas. Tudo de bom e do melhor. Temos de nos esforçar sempre por elas, pois afinal de contas merecem.
 
Sabem o que é o mais legal de tudo isto? É que se estas pessoas estão dentro de nosso coração como especiais nós também podemos estar (igualmente) no coração delas como, também, pessoas especiais e recebendo tratamento VIP.
 
 

Comentários estão fechados.