Sonhos

missao_impossivel.jpg

Quanto vale um sonho? Se tivéssemos que enfiar a mão no bolso e pagar por um sonho, de quanto estaríamos falando?

Simplesmente não há moeda no mundo capaz de mensurar o valor de um sonho. A sensação de saciedade por um sonho realizado não tem preço.

Junto com a realização de um sonho existem vários pontos que devemos lembrar:

  • Decisão. É quando decidimos nos movimentar para que o sonho se realize. É o início do processo.
  • Início. É a primeira atitude que tomamos em direção ao sonho.
  • Desenvolvimento. É quando vemos respostas aos nossos esforços. E a cada resposta positiva temos um brilho diferente no olhar modificando nossas atitudes e os nossos ânimos.
  • O quase. É quando vemos que a realização está bem próxima, que tudo se aproxima de forma programada e certeira (resultado de todos os esforços anteriores).
  • Pré-realização. É quando estamos (literalmente) a um passo de realizá-lo. Falta muito pouco mesmo. É hora de segurarmos a ansiedade.
  • O momento. Sonho realizado! Nossa programação foi cumprida. É a linha de chegada onde podemos respirar aliviados e felizes.
Tudo isto que citei acima constitui o pacote total que é o sonho. Este pacote é pleno quando sentido em sua totalidade.

Quando realizado nos sentimos poderosos a ponto de fazer algo ainda maior. Nos sentimos capazes de realizações. A felicidade que sentimos não há como descrever (por mais que se queira).

Ficamos em estado de êxtase durante um tempo, meio sem acreditar que tudo realmente aconteceu e que estamos vivendo algo que nos deixa muito feliz.

Pra que falei tudo isto? Para incentivar os sonhos. Sonhe! Nunca deixe de sonhar! Nunca deixe de lutar pelo seu sonho. Transforme seu sonho numa lista de metas a serem cumpridas e vá cumprindo uma a uma. Fatalmente vai atingir a linha de chegada.

Comentários estão fechados.