Segurança na Internet – E-Mail

 

Vou postar alguns artigos contendo sobre como se manter seguro na internet.

Este é o primeiro deles. Vamos falar de e-mails.

Há sempre uma dúvida quanto aos vírus que circulam via e-mail. Mas tenham uma certeza: O simples fato de você receber um e-mail jamais infecta o seu computador. Normalmente o e-mail que vem com o vírus vem também com uma conversa para te convencer a clicar num link ou abrir um anexo.

Os e-mails que vierem com um link é interessante checar o link antes de sair clicando inadivertidamente. Uma grande amiga me perguntou sobre isto. Ela recebeu um e-mail que supostamente veio da administração do Orkut. Neste e-mail dizia que o perfil dela foi denunciado por violação de direitos autorais e haviam dois links. Um dos links era para o próprio perfil no Orkut e o outro link era para ver o relatório da denúncia. Aí eu fiz um teste simples. Chequei os dois links. O primeiro link realmente levava ao perfil dela no Orkut (começava com http://www.orkut.com) e segundo levava a um lugar completamente diferente. O site que levava era de um clube na Argentina, o link começava com http://www.regatasdeavellaneda.com.ar. Ou seja, altamente suspeito. O Orkut nunca iria hospedar algo de tão importante quanto o relatório de uma denúncia num site fora do seu domínio.

Como foi que descobri isto? Muito simples. Se você usa e-mails via Internet Explorer (ou Firefox ou qualquer outro similar) basta clicar com o botão direito em cima do link e escolher a opção “Copiar link”. Depois abra o bloco de notas e pressione as teclas CTRL V (ou clique com o botão direito e escolha “Colar”. Pronto, lá vai estar o link. Observe o começo dele. Tem de começar, no mínimo, com o nome do lugar.

Se ficou alguma dúvida quanto a isto, vá ao site da instituição e encaminhe este e-mail para lá questionando sua veracidade. Com certeza eles terão o que dizer.

Este foi um exemplo. Nesta mesma linha existem e-mails que simulam bancos, Correios, Serasa, grandes lojas (com grandes promoções), etc.

A regra básica é: Chegou um e-mail não solicitado (ou de pessoa desconhecida)? DESCONFIE!!! Investigue antes de aceitar como idôneo. Esta investigação foi bem simples.

E-mails que vem com anexo é pior ainda. Se não tem um bom conhecimento de informática desconfie radicalmente quando receber qualquer mensagem contendo algum arquivo anexo. Mesmo que seja de uma pessoa conhecida. O e-mail pode ter ido sem o conhecimento da mesma ou alguém pode ter enviado um e-mail no nome dela (sim, isto além de possível é bem fácil de fazer). Quando isto acontecer pergunte para a pessoa se ela realmente mandou algum anexo (e saiba do que se trata antes de abrir).

Aos incautos vai um aviso: Dependendo do anexo (que pode ser um programa) você pode perder dados do seu computador (o programa pode facilmente danificar seu Windows fazendo com que você seja obrigado a reinstalá-lo) ou coletar senhas e dados pessoais armazenados no seu computador e enviar a alguém que com certeza vai utilizar-se destas informações para lesá-lo (e muito).

Uma grande praga que existe na internet é o SPAM. Spam é o termo utilizado para as mensagens não solicitadas e enviadas em massa. Normalmente tem fins publicitários.

Muita gente viu que isto dá dinheiro. Então fazem de tudo para coletar o máximo de endereços de e-mail válidos e os vendem para as empresas que querem divulgar produtos. O que é um e-mail válido? Simples. É um endereço de e-mail que está sendo lido com frequência e não retorna as mensagens.

Existem muitas formas de se coletar estes e-mails. A forma mais utilizada é a mexer com a sensibilidade das pessoas. Então o “spammer” (a pessoa que pratica o spam) envia uma mensagem com uma linda oração pedindo para que as pessoas enviem esta oração para todos os seus contatos que algo maravilhoso irá acontecer em sua vida. Volta e meia estas mensagens voltam para ele. E contendo todos os endereços de e-mail que foram enviados. Isto é dinheiro para ele.

Uma outra forma de mensagem são aquelas divulgando um vírus que ninguém consegue eliminar e que a Microsoft já anunciou que este é difícil de solucionar e (como sempre) pede para divulgar para o máximo de pessoas possível.

Mais uma: Colocam uma foto de uma criança toda queimada (é de dar pena mesmo) pedindo para que as pessoas façam alguma coisa por ela (aí variam ao infinito). Sabem o que devem fazer? APAGUE IMEDIATAMENTE A MENSAGEM. Na grande maioria das vezes (para não dizer em 100% das vezes) é uma mensagem falsa. A coisa mais fácil é conseguir fotos de crianças em dificuldades. Aí monta um e-mail bonitinho e distribui. Muita gente fica sensibilizada e aí a coisa tá feita!

Tá bom. Você recebeu uma mensagem e quer repassá-la. Ok. Não há nenhum mal nisto. Mas quando fizer coloque a lista dos e-mails para quem você vai mandar no campo “cópia oculta” ou “BCC” (Blind Carbon Copy) ou “CCO” (Com Cópia Oculta). Ou seja, não coloque nenhum endereço no destinatário do e-mail e coloque todos com cópia oculta. Fazendo isto ninguém verá a lista de e-mails para quem enviou.

Um site muito interessante para verificar se o e-mail que você acabou de receber (e que lhe pareceu bom) realmente é verdade é: http://www.quatrocantos.com/LENDAS/INDEX.HTM Normalmente este pessoal pesquisa a respeito (coisa que pouca gente faz). Se no e-mail existe algum nome de médico ou qualquer profissional eles vão atrás e tentam achar a pessoa para certificar a veracidade das informações e divulvam no site.

Vale a pena visitar este site (mesmo sem ter nenhum e-mail) e conferir a lista de e-mails no índice alfabético. Com certeza você vai ver muitos dos e-mails que jurou que era verdade!

Internet é muito interessante, mas é necessário algum cuidado para não ser mais uma vítima de crimes virtuais.

 

Comentários estão fechados.