Segurança na Internet – Firewall

 

Segurança na Internet

 

Continuando o assunto sobre segurança na internet, vou abordar aqui um outro cuidado que podemos ter (e que não custa nada além de alguns minutos e um pouquinho de cérebro).

Vamos procurar deixar o computador com uma dificuldade a mais para ser encontrado por pessoas que vivem a procura de quem está desprotegido.

Primeiramente vou mostrar o que é procurado por estas pessoas.

Quando se quer fazer alguma coisa errada qual é a primeira preocupação? Lembre-se que quem se presta a isto são chamados de hackers (ou crackers… ok, há uma diferença entre os dois, mas a mídia não divulga isto, portanto todo mundo do mal é hacker) e são pessoas inteligentes. A primeira coisa que eles preocupam é não deixar rastros. Como isto é impossível então eles deixam um rastro que leva a investigação a quem não tem nada a ver com o que eles fizeram. Ou seja: VOCÊ!

Como isto é feito? Relativamente simples… Cada vez que nos conectamos à internet ganhamos uma identificação única que é chamada de “Endereço IP”. É um conjunto de 4 números separados por pontos. Nestes números está identificado o país de onde acessamos, o provedor e, por fim, o nosso computador. Onde quer que formos é possível obter este número que funciona como uma credencial de acesso. E isto fica gravado nos registros. O que os hackers fazem? Acessam o seu computador e através do seu computador eles acessam outros. O seu computador não guarda registros de quem o acessou, por isto, a investigação (qualquer que seja) vai parar no seu computador. Ou seja, você vai servir de “laranja” para este povo.

O Windows XP vem com um recurso interessante que é o Firewall. O termo Firewall vem de sua tradução literal, ou seja, “parede de fogo”. É, na verdade, um programa que serve de intermediário entre o seu computador e a internet. Ele fica monitorando o tempo todo tudo o que entra e tudo o que sai do seu computador. E quem controla ele? O nosso querido e bem amado Windows XP. Aí está o grande problema!

O Windows é cheio de vulnerabilidades e estas são amplamente divulgadas no “sub-mundo”. Passar por uma destas vulnerabilidades é tarefa fácil para estas pessoas. E aí eles controlam o seu Windows que tem o controle do Firewall. Lindo isso, não?

Por isto eu recomendo usar um outro programa que faça a função de Firewall. Uma recomendação gratuita é um programa chamado ZoneAlarm. Ele é gratuito (procure aqui neste site que já disponibilizei ele para download). Não tem versão em português, ou seja, só em inglês mesmo. Mas este programa, depois de instalado, passa a monitorar sua conexão com a internet. No começo ele é meio chato, pois desconhece seus hábitos. Então quando você for usar o Internet Explorer (ou o Firefox) ele vai te dizer que este programa está querendo usar a internet e te pergunta se pode ou não deixar (com uma caixinha para que você marque dizendo que ele deve lembrar de sua resposta quando o mesmo programa fizer a mesma solicitação). Então os programas conhecidos você libera sem problema. Aqueles programas que você não conhece, simplesmente não deixe e assim, para estes, será como se você não tivesse com a internet ligada no seu computador.

Uma outra característica é bloquear todo e qualquer acesso de qualquer um que esteja fora do seu computador. Normalmente quando usamos uma rede dentro de casa (ou empresa) é necessário informar ao ZoneAlarm que existe uma rede e informar os endereços dos computadores autorizados a acessar o seu computador. Caso contrário ele não deixa.

Isto é sinal que seu computador ficará invulnerável? NÂO! DE JEITO NENHUM! Não existe nada 100% eficaz. Mas num grupo de pessoas onde a maioria está desprotegida alguém com más intenções vai escolher o caminho mais fácil.

Existem outras formas de se proteger ainda mais? Claro que sim! Uma forma interessante (mas que vai depender de um pequeno investimento) é o uso de um roteador. Neste caso o contato com a internet passar por um outro equipamento e seu computador não está diretamente ligado à internet. Mas não vou abordar isto aqui senão o artigo fica muito técnico.

É bom lembrar que o uso de um Firewall não isenta ninguém de usar um antivírus e mantê-lo atualizado.

 

Comentários estão fechados.