Mau momento

belo_feio.jpg

As coisas nem sempre acontecem do jeito que prevemos. Eu ainda tenho de aprender a lidar com isto.

Eu tenho o hábito de acreditar nas pessoas e, curiosamente, minhas maiores decepções acontecem justamente com as pessoas em quem eu mais acreditei. Isto é óbvio, diriam alguns. É óbvio porque a decepção só acontece em quem se confia. Se não houvesse confiança não haveria decepção. E quanto maior for a confiança maior será a decepção.

A solução é não confiar? Não acredito nisto. Eu acredito que o problema mesmo é de quem traiu a nossa confiança. Eu não tenho de mudar o meu jeito porque alguém resolveu agir na contramão daquilo que é correto.

O fato é que confiei muito numa pessoa que hoje mostrou que eu não devia ter confiado tanto. Ruim pra mim? Sim, claro. Perdi alguém que gostava. Mas pior para ela que perdeu a minha confiança por atos (eu diria) impensados.

Quando isto acontece (sim, já traíram minha confiança outras vezes) eu sempre penso uma coisa: Que bom que foi agora, imagine se isto acontece mais tarde?

Eu não tenho o direito de julgar ninguém, mesmo num momento como este. Cada um age conforme seu entendimento. Muitos costumam pensar nos outros antes de agir, outros nem tanto. E outros (ainda) pensam apenas em si. Daí vivem em conflito consigo mesmo porque nunca conseguem se encontrar, sempre vivem a mercê da vontade dos outros e no fim das contas sempre agem de forma a beneficiar a si mesmo.

Eu sempre tive um cuidado muito grande na minha vida: Não prejudicar os outros. Tinha crises de baixa autoestima toda vez que percebia que prejudiquei alguém (mesmo que indiretamente). Agumas pessoas não tem este cuidado… É uma pena… A vida costuma cobrar caro de quem age assim (e com toda certeza não serei eu que vou cobrar).

Bem, esta é uma pequena amostra de minha profunda indignação a uma confiança perdida. A pessoa lia este blog (nem sei se lê ainda) e vai saber se identificar aqui. Só espero que absorva a mensagem oculta em algumas coisas que escrevi de forma genérica. A indignação passa, a raiva momentânea também. O que vai ficar é a experiência de como lidar com pessoas similares…

Quer a minha confiança? No momento ela está com a cotação em alta, vai ter de conquistar!

Comentários estão fechados.