Cartão de Crédito

 

Cartão de Crédito

 

Há muito tempo inventaram uma coisa que facilitou a vida de muita gente. Mas como tudo que é inventado no mundo: É faca de dois gumes.

Falo do Cartão de Crédito.

Eu acho uma facilidade, desde que saiba usar.

No início é interessante comprar sem dinheiro de verdade e pagar depois. Mas se usar sem controle esta facilidade pode sair caro.

Para quem segue as regras de uso não há nenhum perigo. E quais são estas regras? Simples (bem simples).

1. Comprar somente o que tem condições de pagar
2. Sempre pagar o valor total da fatura até o dia de vencimento.

Os juros praticados pelas administradoras de cartões de créditos são realmente abusivos. Mas isto não dá a ninguém o direito de não pagar a fatura.

Algumas dicas interessantes, que eu acumulei ao longo de vários anos como usuário de cartão de crédito.

Compras parceladas:
Só compre parcelado no cartão quando não se tratar de algo que você compra todo mês. Ou seja, parcelar a conta do supermercado no cartão de crédito é porta aberta para o descontrole. Isto porque no mês seguinte você terá de ir ao supermercado novamente e aí vai comprar novamente e uma conta vai juntar-se a outra que ainda não foi paga. Com pouco tempo cria-se o efeito “bola de neve”.

Existem muitas coisas interessantes com parcelas pequenas (televisão, aparelho de som, eletrodomésticos em geral, etc). Mas há que se ter um cuidado neste ponto. Muitas parcelas pequenas somadas geram um montante alto no final do mês para ser pago.

Controle a parte:
Não tenha vergonha de ter uma cadernetinha para anotar tudo o que comprou no cartão de crédito. Isto é um controle interessante para que você saiba o quanto vai pagar no dia do vencimento.

Anote sempre a data da compra, onde comprou (loja), o que comprou e o valor. Se a compra foi parcelada, anote também quantas parcelas e o valor de cada parcela. Não se esqueça de levar o valor de cada parcela para os outros meses também.

Feche os olhos:
Sim, feche os olhos para os “atrativos” que a administradora oferece. Já cansei de receber propostas para parcelar minha fatura em quatro ou cinco vezes. É o que eu chamo de “proposta indecente”, pois no mês seguinte vou receber uma outra fatura. E aí? Vou parcelar também?

Limite para gastos:
O limite que a administrador coloca para gastarmos não significa que podemos gastar tudo isto. Já tive cartão com limite superior a R$10.000,00 (isto mesmo: dez mil reais).

Jamais olhe este limite como sendo vantajoso.

Emprestar cartão:
Exceto se você confiar muito na pessoa a quem você empresta o cartão, jamais faça isto. Por uma razão simples: Se a pessoa não pagar você vai ter de pagar de qualquer forma.

Seguro:
Normalmente as administradoras vendem um seguro contra perda ou roubo do cartão. Não é necessário pagar este seguro se não quiser.

Eu pago por um motivo: Não quero burocracia na hora que eu precisar.

Mas se não quiser pagar é só ficar atento. Perdeu seu cartão comunique imediatamente a administradora e registre um boletim de ocorrência na polícia. A administrador vende a idéia que se alguém usar indevidamente o seu cartão você terá de pagar. Mas aí eu pergunto: E A ASSINATURA NO TICKET DE COMPRA? Se a assinatura não for a sua você não precisa pagar. Caso isto aconteça peça os comprovantes de compra e cheque a assinatura. Se não for a sua recuse-se a pagar.

Compras via internet:
Todo mundo pergunta se isto realmente é seguro. Eu digo sempre que sim. Mas há que tomar alguns cuidados. O primeiro cuidado e o mais básico é observar se o site que está comprando é seguro. Para ver isto, olhe na barra inferior do browser (Internet Explorer, Firefox, etc) se existe um desenho de um pequeno cadeado fechado. Se houver significa que o site está seguro.

Além disto, prefira sites conhecidos (que tem um nome a zelar) como: Submarino, Americanas.com, etc.

Mesmo assim existem riscos? Sim! Claro que sim!

Mas raciocine comigo: Corremos o mesmo risco quando vamos a um restaurante e pagamos com cartão de crédito. Quem garante que o garçon ou a pessoa que fica no caixa não irá anotar o número do cartão para fazer comprinhas via internet?

Não aconselho usar cartões de crédito numa Lan-House. Isto porque não conhecemos o computador que estamos utilizando e como é de uso público muita coisa pode ser instalada com a finalidade gravar números de cartões e senhas.

Anuidade:
Este é um problema… As administradoras cobram anuidades pelos cartões. Mas saiba que estas são negociáveis.

Quase todo ano eu ligo na administradora e negocio a minha. Normalmente ganho um bom desconto.

O desconto fica mais fácil de ser conseguido quando temos outro cartão ou temos um bom tempo que estamos com este cartão com compras regulares.

Concluindo. Ouço muita gente dizendo que o cartão de crédito é ruim e que não usam mais. Eu sempre complemento a fala destes (em pensamento, obviamente): “Quem não sabe realmente é melhor não usar”.

E é isto mesmo. Para quem sabe usar é um excelente recurso… Podemos fazer uma compra agora e, dependendo do dia, temos até 35 dias (em média) para pagar sem nenhum acréscimo.

Pode ser ruim, pois é muito fácil perder o controle. Necessita de um esforço de nossa parte para controlar nossos gastos e colocar freio em nossos impulsos de compra.

 

Comentários estão fechados.