Cultura Inútil

cultura_inutil.jpg

Vocês sabiam que nas ruas de Belo Horizonte sabemos que estamos caminhando para o fim da rua quando os números ímpares estão do nosso lado esquerdo?
 
Vocês sabiam que se alguém gritar durante 8 anos, 7 meses e seis dias, produzirá energia sonora suficiente para esquentar uma xícara de café?
 
Vocês sabiam que a pressão produzida pelo coração humano ao bater é suficiente para espirrar sangue a uma distância de 9 metros?
 
Vocês sabiam que bater com a cabeça contra a parede consome 150 calorias por hora?
 
Vocês sabiam que de um modo geral, as pessoas têm mais medo de aranhas do que da morte?
 
Vocês sabiam que o músculo mais forte do corpo é a língua?
 
Vocês sabiam que o crocodilo não consegue mostrar a língua?
 
Vocês sabiam que a formiga consegue levantar 50 vezes o seu peso, puxar 30 vezes o seu peso e sempre cai para o lado direito quando intoxicada?
 
Vocês sabiam que os ursos polares são canhotos?
 
Vocês sabiam que a pulga consegue pular a uma distância correspondente a 350 vezes o comprimento do seu corpo. É como se um ser humano pulasse a distância de um campo de futebol?
 
Vocês sabiam que a barata consegue sobreviver por nove dias sem a cabeça antes de morrer de fome?
 
Vocês sabiam que o paladar das borboletas está nos pés?
 
Vocês sabiam que os elefantes são os únicos animais que não conseguem pular?
 
Vocês sabiam que o olho de uma avestruz é maior do que o seu cérebro?
 
Vocês sabiam que as estrelas do mar não têm cérebro?
 
Vocês sabiam que o "quack" de um pato não produz eco, e ninguém sabe porquê?
 
 
Aqui está apenas uma pequena parte da cultura inútil que nos circunda.
 
Há quem pense diferente e veja tudo isto como algo muito interessante, mas mesmo que seja interessante (algumas coisas realmente são), o que isto muda em nossa vida?
 
Quando alguém me diz algo similar eu sempre respondo com a frase: COMO É QUE EU PUDE VIVER ATÉ AGORA SEM ESTA PRECIOSA INFORMAÇÃO???
 
Sou muito bem humorado e vejo tudo isto sempre como uma piada. São coisas que realmente não farão a menor diferença saber ou não. Nunca pude utilizar informações similares para qualquer coisa em minha vida. Querem um exemplo? Observem as perguntas acima e imaginem uma utilidade para elas. Quando é que saber que os ursos polares são canhotos vai fazer alguma diferença em minha vida?
 
Mas em tudo existem momentos difíceis. O difícil, nesta questão, é quando alguém cisma que tudo isto é importante e quer nos provar cada uma das "teses" apresentadas.
 
Muitas vezes eu (inadvertidamente e acidentalmente) caí de paraquedas em discussões como esta. No fim das contas eu acordei para a inutilidade do processo todo e concordei com quem estava discutindo para que a discussão acabasse ali mesmo e eu não perdesse mais tempo ainda.
 
Bem. tudo isto serve de alerta para que não entremos nestas discussões e nem (tão pouco) sejamos nós os defensores de teses tão (IN)úteis.
 

Comentários estão fechados.