Meias Palavras

meiaspalavras.jpg
Aquele que gostar de ouvir uma informação importante cortada ao meio ou truncada propositalmente que levante a mão! Aposto que não tem ninguém com a mão levantada!
 
Se queremos ser entendidos por quem nos ouve, nada melhor que uma frase dita com todas as letras (e mais algumas para precaver interpretação dúbia).
 
Eu entendo que existem informações que não podem ser passadas integralmente. Aí cabe o bom senso de deixar isto bem claro antes de falar. Mas dizer as coisas sem dizer só cria expectativas desnecessárias (e ninguém quer isto, certo?).
 
Passei boa parte de minha vida tratando tudo "preto no branco". Meu lema era: Se me disser SIM eu vou acreditar que é SIM. Portanto não me diga SIM querendo dizer NÃO porque eu vou entender SIM. Bem, o verbo está no passado. Meu lema continua sendo este mas considero informações que me chegam através de outras vias. Muito embora eu vá sempre agir pelo que ouvi como resposta (se eu ouvi um "SIM" nunca vou encará-lo como "NÃO" e vice-versa). O que mudou foi o meu tratamento com a pessoa que me fala "SIM" querendo dizer "NÃO".
 
O fato é que pessoas assim são difíceis de lidar porque nunca conseguiremos agradá-las. Nada vai estar suficientemente bom. Nada vai estar do seu agrado e teremos de nos esforçar no triplo para, no fim das contas, sermos criticados pelo resultado que atingimos.
 
Já me preocupei e gastei muito do meu tempo e esforço vivendo por algo que me disseram nas "entrelinhas" e que não posso considerar desta forma. Já tive de mudar o rumo de meus pensamentos em vários momentos por querer interpretar o que as pessoas estavam realmente querendo me dizer e nunca cheguei a qualquer solução plausível para isto.
 
Há algum tempo o meu proceder está (digamos) racional. Me diga uma coisa e eu acredito nela e a considero como sendo o que realmente quer me dizer (nada mais, nada menos). Simples assim. O resto que eu perceber por outras vias fica no campo do "pago pra ver, mas não me movimento".
 
Estou feliz assim e acredito que outras pessoas poderiam ficar também se considerasse a vida assim. Confesso que a vida passou a ficar mais simples de ser vivida. É preto? Então é preto! É branco? Então é branco! Pronto! Simples! Nada de ter de ficar analisando o rosto, o timbre da voz, os gestos, as palavras utilizadas, etc. O som que chegou aos meus ouvidos é o que eu devo entender e pronto! Se chegou algo truncado ou eu ignoro ou pergunto do que se trata (depende de meu interesse na questão).
 
Sim, isto pode parecer grosseria de minha parte, mas acreditem: NÃO É! É só uma forma que adotei para não sofrer e para viver com simplicidade. A vida, por si só, já é muito complicada e pra que eu tenho de complicá-la ainda mais???
 

Comentários estão fechados.