Sobre mim…

 

Marcelo Torres

 

Depois de falar sobre um monte de coisas, achei que já era hora de falar de mim. Mas, ao mesmo tempo, não posso colocar isto como um post comum, pois se assim fizer ele será deslocado para o final quando vierem os outros.

Como tenho recebido pedidos para dizer algo sobre mim, aqui vai.

Começando do começo. Sou o Marcelo. Eu sou o cara (da foto)… Tenho 44 anos, moro em Belo Horizonte (MG).

Ganho a vida com análise e desenvolvimento de sistemas. Algumas pessoas me disseram que sou bom no que faço (e eu acreditei nelas).

Sou espírita desde 1988, ou seja, há bastante tempo. Tempo suficiente para saber o que quero e ter certeza disto. Poupe o seu (e o meu) tempo tentando me convencer do contrário.

Sou do tipo de pessoa que tem uma frase filosófica pra tudo (ou quase tudo). Já vivi muita coisa e as vezes me surpreendo com minha memória de longo prazo lembrando de coisas que a maioria das pessoas já esqueceu. Porém (nem tudo é perfeito) minha memória recente é péssima. Costumo esquecer com extrema facilidade algumas coisas recentes.

Tenho muita facilidade com números. Guardo números com muita facilidade e a matemática me encanta.

Uma outra área que muito me chama atenção é a psicologia. Tenho relativa facilidade de perceber reações alheias, muito embora eu guarde estas informações apenas para mim mesmo.

Me considero uma pessoa normal (JURO!). Sabem aquelas estatísticas que aparecem na televisão? Aquelas que dizem 80% da população age assim… Tenham certeza que eu estou no meio destes 80%.

Sou bem humorado. Não me irrito com facilidade e tenho sempre uma piadinha para tudo quanto é situação. As vezes reconheço que brinco com coisa séria, mas é que a vontade de soltar a piada é mais forte do que o meu autocontrole. Já fui chamado atenção diversas vezes por causa disto.

Tenho uma facilidade grande para fazer amizades, muito embora eu possa contar nos dedos (de uma só mão) os meus amigos em quem eu realmente confio. Mas não impeço ninguém de entrar no meu círculo de amizades.

Meu trunfo (ou carta debaixo da manga) é o sentimento. Quando tudo está caindo por causa da razão eu sempre mostro que além da razão existe sentimento e isto acaba por explicar muita coisa bem como resolver muita coisa.

Descobri que gosto de escrever sobre muita coisa e isto tem me feito bem.

Tenho MSN mas raramente uso. Normalmente fica todo mundo bloqueado e uma ou duas pessoas desbloqueadas. Se deixar todo mundo desbloqueado e eu ficar visível no MSN não vou conseguir trabalhar direito. Podem me adicionar, se quiserem. Mas saibam que raramente irão me ver online.

Estou muito mais presente via e-mail. Normalmente respondo rápido quando a resposta não exigir muito.

Gosto de regras e não gosto de exceções às regras. Portanto, sou um perfeito cumpridor de regras.

Acredito no esforço humano. Acredito que todos somos capazes de fazer qualquer coisa. Só acho que temos de avaliar o tempo em que vamos conseguir algum sucesso antes que a nossa vida (literalmente) desmorone. Daí a necessidade de buscarmos ajuda para alguns problemas…

Sou extrovertido. Quase nada me deixa envergonhado. Esta característica já me tirou de diversas enrascadas.

Me sinto muito mal quando percebo que magoei ou prejudiquei alguém. Simplesmente detesto quando isto acontece! Mas sempre acontece e sempre vai acontacer pois (tal qual o resto do mundo) não sou perfeito. Mas tenho a consciência no lugar a ponto de reconhecer meu erro e pedir desculpas.

Não acho que eu seja uma pessoa de difícil convivência. Sou receptivo a tudo e raramente falo algo que seja ofensivo a quem quer que seja (só quando a coisa sai no susto e/ou sem pensar).

Este blog retrata muito do que eu sou nos mais diversos post que coloco aqui. Sinta-se a vontade para comentar qualquer post e dar a sua nota, mesmo que seja ruim, naquilo que escrevo (as avaliações são anônimas, eu não sei quem deu as notas e nem quais foram). Os comentários requerem minha aprovação e eu só não aprovo se contiver algum material ofensivo ou spam (arghhh).

É isso… Este sou eu!

 

Abraços,
Marcelo