Posts Tagged ‘Emoçoes’

Emoções

segunda-feira, junho 23rd, 2014

emocoes

 

É interessante a forma como as pessoas lidam com emoções novas.

Não vou me referir a ninguém, apenas a mim mesmo porque sei que não sou muito diferente da maioria das pessoas. Então qualquer semelhança é mera coincidência (ou não… rsrsrs).

Vamos levando nossa vida de forma tranquila e sossegada. Claro que o “tranquila e sossegada” é apenas figurativo, pois, apesar das atribulações e aborrecimentos está dentro do nosso controle. E num dado momento algo de diferente acontece e nos deixa com aquele ar de surpresa.

Sabem com o que eu comparo? Comparo com um caminho de formigas. Elas demarcam o caminho (sabe-se lá Deus como) e todas andam na mesma trilha sem correr o risco de se perderem. Aí alguma coisa faz com que uma pedrinha fique no caminho. Para um olhar lógico, nenhum empecilho. É só dar a volta e retomar a trilha. Mas as formigas ficam meio que perdidas até encontrarem novamente a trilha. Nós, com a nossa lógica impecável, analisamos: Estamos numa linha reta. Apareceu um obstáculo? Simples, vou circundá-lo e retomar o meu caminho. Isto é perfeito!

Mas quando se trata de nosso íntimo, agimos como as formigas. Ficamos severamente perdidos, sem ação, imaginando uma forma de retomarmos o nosso caminho seguro. Jamais pensamos em construir um novo caminho, apenas em seguir o que já está moldado. Como se o nosso futuro nunca fosse sofrer qualquer alteração.

Eu falo de emoções novas porque o que nos atinge na razão é fácil de administrar. A razão é algo como uma “receita de bolo”. Tem toda uma linha de raciocínio e que podemos pensar claramente. A emoção é diferente. Ultrapassa as fronteiras da razão e nos faz atingir níveis irracionais de comportamento e pensamento.

O descontrole é apenas por nos tirar da nossa “zona de conforto”. Nós ficamos acostumados com a rotina que qualquer coisa fora dela nos assusta. Nos assusta o fato de termos de mudar alguma coisa para ajustarmos nossa a vida a uma nova realidade e esta realidade, por ser desconhecida, nos provoca medo.

Solução pra isto? Não existe! Nunca achei que diria isto um dia, mas é verdade. Não existe algo que possa ser dito que vá sanar este problema de imediato. Não adianta dizer: “É só deixar a razão no controle”. A razão nunca entra no controle nesta situação. A emoção sempre controla e sempre dita as regras.

Isto é correto? Não sei. Não sei o que é correto. O que é correto pra mim pode não ser para outra pessoa (e vice-versa). O importante é não se violentar. Viver de forma que consigamos conviver conosco mesmos.

Eu sou um defensor de novas emoções. Pareceu que eu era contrário a viver novas emoções, não é? Mas não, sou totalmente a favor. Temos de experimentar novas emoções sim e traçar novos rumos para nossa vida, sempre que possível.

Aprendi que se a nossa vida está tranquila de ser vivida é sinal que algo precisa ser mudado. Apertar algum “parafuso” para não deixar nada frouxo demais.

Vamos viver! E sem medo de refazer nossa vida, em qualquer tempo que seja!